Livro sobre a NOM: Introdução à Nova Ordem Mundial, de Alexandre Costa

Introdução - N.O.M.


Novo livro de Alexandre Costa, Introdução à Nova Ordem Mundial:

Retirado do blog Ordem Natural:

Introdução à Nova Ordem Mundial reúne quase uma centena de tópicos e ainda lista outros assuntos necessários para entender o que está acontecendo de fato com o mundo em que vivemos. Estes tópicos, quando compreendidos e conectados, demonstram que caminhamos para um governo mundial que vai diminuir a liberdade individual e o livre arbítrio, além de destruir os valores que sustentaram o Ocidente há milênios e substituí-los por um novo conjunto de princípios quase sempre contrários aos valores que comungam a maioria absoluta das pessoas.
A obra destaca os círculos do poder mundial, as dinastias, as sociedades secretas, as mudanças legislativas e as tendências coletivistas, o fim da privacidade e a destruição das soberanias nacionais. Também explica o que são e como agem organismos como Federal Reserve, Clube Bilderberg, CFR, Diálogo Interamericano e Comissão Trilateral, além de iniciativas como os ataques de bandeira falsa, o Codex Alimentarius, os rastros químicos, o HAARP e muitos outros assuntos pouco falados na mídia.
Para completar o livro reúne dezenas de declarações dos próprios planejadores e executores do projeto de implantação do governo mundial e uma relação com mais de 200 obras para quem pretende se aprofundar no assunto.
4ª capa do livro:
O mundo vive uma transformação sem precedentes. Todas as estruturas políticas, culturais e morais que durante séculos sustentaram a sociedade estão sendo destruídas e substituídas por uma Nova Ordem Mundial totalitária e repressora, que vai modificar o dia-a-dia de maneira profunda e irreversível. Conheça os objetivos, os métodos e os personagens desta mudança civilizacional que atingirá a todos em um futuro próximo.
Orelha do livro:
Consciente dos meus limites, procurei restringir as observações ao mínimo necessário, dando mais espaço e importância aos fatos. Entre tantos outros, selecionei tópicos imprescindíveis à compreensão do mundo em que vivemos e, muito provavelmente, do mundo em que viveremos no futuro.

Não pretendo provar nada nem persuadir quem quer que seja. O convencimento depende do interesse pessoal e da vontade íntima de procurar a verdade contida nos fatos e não em slogans baratos e conceitos abstratos. Esta coleção de tópicos foi feita para servir de porta de entrada para a compreensão da atual mudança civilizacional que atravessamos.

Para conhecer a bibliografia utilizada no livro: Nova Ordem Mundial - Para saber mais

Como melhorar o desempenho online da sua empresa




Quer melhorar o desempenho online da sua empresa? 
Tenha conteúdo!


A Internet como aliada
Atualmente a Internet representa a mais eficaz ferramenta para divulgar produtos e serviços, aumentar a receita dos negócios ou desenvolver novos mercados. Para aproveitar os benefícios da presença online, no entanto, é necessário estar bem posicionado nas pesquisas e aparecer com certo destaque para o cliente potencial.

Conteúdo é o que importa
O Google, o Yahoo e os demais buscadores classificam os resultados das pesquisas dos internautas de acordo com um algoritmo que cruza inúmeras informações. De todos os fatores envolvidos, o mais importante, sempre, é o conteúdo oferecido.

Quando um internauta procura no Google determinado produto, o software do buscador classifica entre os primeiros aqueles que possuem mais conteúdo específico e diretamente relacionado ao assunto procurado.
Além de melhorar sua posição nas pesquisas efetuadas nos buscadores, inserir conteúdo garante maior repercussão, melhora a taxa de retorno dos visitantes e aumenta a confiança nos produtos oferecidos.

Embora existam técnicas de programação que colaboram para aumentar as chances de um site ser visualizado, o conteúdo sempre é o fator mais importante na escolha das primeiras posições. Resumindo, quem tem mais conteúdo original e especializado sai na frente.

Baixo investimento
Incluir conteúdo em um site, loja virtual ou blog é sempre mais barato do que qualquer outra ação de marketing. Além de proporcionar melhores resultados práticos, inserir textos dirigidos e produzidos especialmente para sua empresa exige investimentos menores até do que o envio de uma mala direta.

Alexandre Costa
Tenho experiência de muitos anos em produção e edição de textos para os mais variados segmentos. Fui gerente editorial de uma grande editora médica, coordenei a produção de várias de revistas científicas indexadas e escrevi a obra “Fazendo Livros”, que vai para a 2ª edição. Nos últimos anos tenho produzido conteúdo para mídia impressa e digital nas áreas de direito, veterinária, saúde, turismo, eventos, cinema, literatura, história e variedades.

Atualmente presto serviços a autores, agências e editoras. Escrevo e edito duas revistas customizadas, coordeno três blogs culturais, estou finalizando um livro de política internacional e escrevendo meu primeiro romance.

Entre em contato! Terei enorme prazer em apresentar uma proposta sob medida e desenvolver algum conteúdo mais específico para sua avaliação.

Disney



Poucos lugares no mundo atraem crianças (e adultos) como a Disney. Há décadas o parque criado pelo gênio da animação habita a imaginação de várias gerações e já se tornou um símbolo da diversão e do entretenimento.

Tendo Mickey, Donald e amigos como anfitriões, os visitantes são levados a parques, estúdios de cinema e atividades que materializam fábulas, desenhos animados e histórias em quadrinhos.
Brinquedos emocionantes, incríveis experiências com animais selvagens e boas compras são algumas das inúmeras atrações de um conglomerado turístico muito profissional e hospitaleiro, com opções parta todos os gostos e todas as idades.

Disney World
O complexo Walt Disney World fica localizado na cidade Lake Buena Vista, na Flórida, bem perto de Orlando. É o maior complexo de entretenimento existente no mundo. Foi inaugurado em 1971, conta com inúmeras atrações, hotéis, lojas e até uma reserva natural.

Magic Kingdom
Magic Kingdom é o parque mágico do Walt Disney World. Um templo dedicado à fantasia, onde as crianças podem conhecer o castelo da Cinderela e os principais personagens de famosos desenhos da Disney, além de desfiles, shows musicais e apresentações incríveis. A atração Mickey Philarmagic, por exemplo, oferece aos visitantes a oportunidade de serem levados por Mickey e Donald a um passeio por clássicos do cinema. Tudo em 3D.

Texto desenvolvido para Revista Bebêmix.

Turismo com Crianças



Todos precisam de férias, e viajar pode ser o momento ideal de convívio e boas lembranças. Com a chegada das férias de verão a Bebêmix inaugura uma nova seção da revista, que pretende orientar e ajudar quem pretende viajar com a família.

Para esta primeira edição a Bebêmix destaca algumas dicas para evitar imprevistos e tornar sua viagem mais agradável e segura. Como não poderia deixar de ser, indica também uma excelente opção para quem pretende viajar com tranqüilidade, conforto e segurança.

Vai viajar com crianças?
  • Antes de tomar qualquer decisão, consulte e compare preços e roteiros.
  • Pense primeiro na criança, adultos costumam se adaptar com mais facilidade.
  • Respeite o relógio biológico da criança ao definir horários.
  • Malas devem conter apenas o necessário.
  • Informe-se sobre o clima antes de fazer as malas.
  • Não esqueça as vacinas, medicamentos, suplementos, utensílios e documentos.
  • Escolha o lugar mais silencioso e escuro do ônibus ou do avião.
  • Só escolha janela se a família estiver ocupando toda fileira de poltronas do avião.
  • Para não serem acordados com freqüência, bebês não devem ficar próximos aos banheiros.
  • Tenha à mão brinquedos ou jogos para distrair as crianças durante os deslocamentos.
  • Fique atento para a alimentação e hidratação das crianças durante a viagem.
  • Mantenha as crianças por perto.
  • Crie pontos de encontro em caso de alguém se perder.
  • Faça um seguro viagem.
Texto desenvolvido para Revista Bebêmix.

Dislipidemia - CoBED



A medicina evolui de maneira constante e acelerada. A cada instante surgem novos estudos e descobertas medicamentosas, tecnológicas e de procedimentos, tornando imprescindíveis as atualizações e os programas de educação continuada.

Com o objetivo de colaborar com os colegas em sua grande missão de reciclagem e atualização, resolvemos nos unir em um grupo de cinco profissionais da especialidade e formar o Comitê Brasileiro de Estudos em Dislipidemia (CoBED).

De forma transparente e comprometida com a ética, o CoBED aborda a Dislipidemia sob os mais variados ângulos, focando os principais temas polêmicos e atuais, trazendo e adaptando os mais novos estudos internacionais à realidade brasileira e buscando um consenso entre os membros.

Como a qualidade do conteúdo é o foco principal do CoBED, selecionaremos apenas os temas mais relevantes e controversos, que serão debatidos em reuniões periódicas, e as conclusões serão publicadas na íntegra, o que servirá como referência em atualização em Dislipidemia.

Texto desenvolvido para Comitê Brasileiro de Estudos em Dislipidemia (CoBED).

Morro de São Paulo



A Ilha de Tinharé, antiga Tynharéa, batizada nem meados do Século XVI pelo descobridor português Martim Afonso de Souza, fica no litoral da Bahia, na região conhecida como Tabuleiro Veneziano ou ainda Costa do Dendê.

Antes uma vila da Ilha de Tinharé, Morro de São Paulo abrigou importantes acontecimentos da História do Brasil. Das invasões holandesas do Século XVII à visita da Família Real no Século XIX, passando pelas várias reconstruções de fortes e muralhas, este pequeno paraíso terrestre escreveu definitivamente seu nome entre as localidades históricas brasileiras.

Para provar que Morro de São Paulo não é apenas um local com importante passado, no entanto, existem as praias de Ponta do Curral, de Gamboa e da Coroa, as piscinas naturais, os lagos, o mangue e a Ilha de Boibeba que oferecem passeios inesquecíveis, seja a pé, seja de barco. Já no primeiro passeio o turista passa a entender porque tanta gente se interessou pela região ao longo da História.  

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Monte Roraima



O Monte Roraima está localizado no extremo norte do Brasil, na região da tríplice fronteira com a Guiana e com o sul da Venezuela. É o pico mais alto da Guiana e um dos mais altos do Brasil e da Venezuela. Sua imponente aparência o torna diferente das centenas de morros instalados na região, com um grande chapado no topo, sua silhueta lembra o formato de uma mesa gigantesca.

Considerado um dos mais antigos montes do planeta, conforme indicam estudos sobre a sua formação geológica, o Monte Roraima oferece ao turista uma fascinante oportunidade de conhecer um dos lugares mais impactantes do relevo brasileiro.

Para aventureiros dispostos a boas caminhadas entre terrenos acidentados e vistas deslumbrantes, Morro Roraima é um roteiro altamente indicado.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Minas de Ouro



Alguns dos roteiros mais brasileiros à disposição do turista estão em Minas Gerais. Para quem pretende enriquecer seus conhecimentos sobre a História do Brasil de uma forma muito mais charmosa e sem a distância das aulas ou da frieza dos livros, um circuito pelas cidades históricas mineiras é um doutorado de experiências sobre as raízes do Brasil.

Das cidades que estão neste roteiro, muitas ficaram famosas por abrigarem acontecimentos que marcaram a história do país, e por representarem, hoje, um pólo de conservação e preservação da arte e da História brasileiras. As Igrejas, monumentos e as obras de Aleijadinho comprovam que uma boa parte da riqueza cultural do país aguarda os visitantes em Minas Gerais.

Quem já esteve entre os mineiros sabe que a hospitalidade é uma das qualidades deste povo, uma característica que os orgulha tanto quanto sua rica culinária.

Tiradentes, São João Del Rey, Congonhas, Mariana, Ouro Preto são verdadeiros museus a céu aberto, e fazem desta viagem uma experiência única, por contemplar os aspectos culturais sem deixar de lado a imponente natureza mineira.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Costa Branca - São Miguel do Gostoso e Galinhos



Um dos lugares mais bonitos do Brasil é, sem dúvida, Costa Branca. Encravada no noroeste do estado do Rio Grande do Norte, Costa Branca é uma região que compreende várias cidades, entre elas Galinhos e São Miguel do Gostoso, duas localidades que encantam o turista nesta incrível viagem.

Desde a chegada em Natal, com seus famosos restaurantes de frutos do mar, até São Miguel do Gostoso, o primeiro destino deste roteiro deslumbrante, o visitante acompanha o visual estarrecedor do litoral do Rio Grande do Norte, e também se defronta com algumas curiosidades: em Cabo de São Roque se encontra um dos pontos mais próximos do Continente Africano, e mais adiante, o Farol de Touro, que fica na chamada Esquina do Continente Americano.

Continuando com o roteiro de praias maravilhosas, cultura e tradição regional, no passeio de buggy que leva o turista de São Miguel do Gostoso a Galinhos, muitas dunas, cenários paradisíacos de água transparente e pouca vegetação rasteira, verdadeiros oásis em meio ao aspecto desértico das areias. Neste percurso, cuja vista impressiona até os mais viajados, o Mirante Natural de Tourinhos, colônias de pescadores, as Dunas de Galos e o sol sempre refletido nas areias e nas águas. Uma viagem para os olhos.  


Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Lençóis Maranhenses



O Parque Nacional de Lençóis Maranhenses é uma área de preservação ambiental situada no noroeste do estado do Maranhão, às margens do Rio Preguiça e abrangendo os municípios de Barreirinhas, Humberto de Campos, Primeira Cruz, Santo Amaro do Maranhão e Paulino Neves.

Por suas características peculiares, trata-se de um ecossistema costeiro único, o que torna suas paisagens incomparáveis. São mais de 100 quilômetros de dunas que acompanham o litoral do Maranhão.

Devido à mobilidade das dunas, que podem mudar sua localização em até 25 ou 30 quilômetros, em Lençóis Maranhenses os cenários nunca são iguais. Este movimento das dunas forma grandes lagos naturais, rodeados de montanhas de areia que tornam o passeio muito dinâmico.

A beleza exótica de um deserto tropical, com dunas de até 40 metros, lagoas azul-turquesa e o mais incrível pôr-do-sol aguardam o turista que procura uma viagem inesquecível.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Jericoacoara



A cerca de 300 km de Fortaleza, no oeste do estado do Ceará, encontra-se Jericoacoara, uma das 10 praias mais bonitas do mundo segundo o jornal The Washington Post. Até meados da década de 1980, Jericoacoara era um vilarejo de pescadores que conviviam com a beleza estonteante do lugar. Em 1985 foi criado o parque Nacional de Jericoacoara, uma área de proteção ambiental administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

Com o clima bem quente e úmido, as paisagens de Jericoacoara encantam pela singularidade. São enormes dunas móveis, lagoas de águas transparentes, praias de mar calmo e vegetação típica da caatinga e do cerrado.

A vida animal em Jericoacoara e muito rica. O clima e o relevo ajudam na diversidade da fauna e da flora. Além de peixes e cetáceos, pode-se encontrar no parque alguns pequenos roedores e, principalmente, aves. Muitas aves: são mais de 30 espécies, algumas endêmicas, outras em risco de extinção.

Da visita ao vilarejo de pescadores às tranquilas caminhadas; do passeio de bug pelas dunas ao mergulho nas águas quentes e transparentes, uma viagem imperdível e adequada aos mais variados interesses.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Jalapão



O Parque Nacional do Jalapão fica no Tocantins e foi criado em 2001. Seu nome deriva de uma erva medicinal muito comum na região, chamada Jalapa-do Brasil. Neste amplo espaço que abrange quase 150 mil hectares a paisagem é formada pela vegetação típica do cerrado, com muitos rios, riachos e ribeirões que desenham o relevo magnífico.

Com uma temperatura média de 30 C, é uma região árida pontilhada de pequenos oásis onde vivem diversas espécies da fauna brasileira, como onças, jacarés, macacos, raposas, veados-campeiros, tamanduás-bandeiras, antas, capivaras, lobos-guarás e gambás, além de sucuris, cascavéis e jibóias. No céu do Jalapão é possível identificar tucanos, papagaios, araras-azuis, siriemas, emas e urubus.

Nas cidades que circundam o parque é possível encontrar objetos feitos com o Capim Dourado ou com a Seda de Buriti, formas tradicionais de artesanato que ajudam as comunidades locais a viver de forma ecologicamente responsável.

Devido à sua baixa densidade populacional, com menos de 1 habitante por Km2,  é comum ficar no Jalapão sem encontrar nenhuma pessoa durante a viagem, o que faz da região um roteiro muito indicado para os apaixonados pela natureza.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Itacaré




Reconhecida por suas águas quentes e características que favorecem os esportes aquáticos, Itacaré fica no litoral sul da Bahia e reúne algumas das mais belas praias do Nordeste brasileiro. 

Na faixa costeira encontram-se coqueiros e manguezais, rios e cachoeiras. O clima é quente e úmido e as praias têm águas cristalinas, de areias brancas e muito limpas. Nas diversas trilhas o visitante se defronta com uma natureza exuberante, repleta de espécies animais e uma flora rica e muito diversificada.

No mar, as ondas costumam atrair surfistas de todo Brasil e até do exterior, e muitas competições e sessões de filmagem e fotografia já registraram a importância da cidade para o esporte.

O povo é outra atração: a hospitalidade e a simplicidade do povo da região já são famosas em todo o país, assim como a culinária típica que encanta o visitante. Uma viagem onde o visitante aproveita a natureza e os esportes durante o dia, e assim que o sol se põe a agitada vida noturna toma conta da cidade.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Foz do Iguaçu




O município de Foz do Iguaçu fica no Paraná, no extremo oeste do estado, e é hoje o segundo destino mais procurado pelos turistas. Suas belezas naturais são conhecidas no mundo todo e a presença de Itaipu faz do local uma viagem com múltiplas opções.

Descobertas pelo conquistador espanhol Álvar Núñez Cabeza de Vaca, as Cataratas do Iguaçu são famosas em todas as partes e a região ficou entre as finalistas para a escolha das 7 Maravilhas da Natureza. Esta fama mundial já impressionou também Hollywood, que muitas vezes colocou suas paisagens nos cenários de seus filmes, entre eles grandes sucessos como 007 e Indiana Jones.

Todos os anos milhares de turistas de todos os cantos do mundo encantam-se diante das belezas do Parque Nacional do Iguaçu, considerado Patrimônio Mundial Cultural da Humanidade, tombado pela Unesco, e que  além de abrigar as famosas Cataratas, preserva uma área de Mata Atlântica com quase 200 mil hectares.

Foz do Iguaçu, que tem fronteiras com a Argentina e o Paraguai, também oferece oportunidades turísticas que vão além das paisagens naturais. Opções culturais, históricas, gastronômicas e a impressionante Hidrelétrica de Itaipu fazem deste roteiro um dos mais desejados do Brasil.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Chapada dos Veadeiros



A região conhecida como Chapada dos Veadeiros fica no estado brasileiro de Goiás e recebeu este nome devido aos caçadores do veado-campeiro, uma espécie típica da região. Antes habitada por índios Ava Canoeiros, Crixás e Goyazes, os Bandeirantes chegaram à região no final do Século XVI, mas a ocupação se deu mais de 100 anos depois, com a chegada de outras missões e de aventureiros em busca do ouro encontrado nos riachos da região.

Por estar localizada na região mais alta de Goiás, possui um clima diferente em virtude da sua altitude e a vegetação também se mostra bastante diversificada, com matas ciliares, campos cerrados e florestas de galeria.

Além da paisagem formada por acidentes geográficos incríveis, a Chapada dos Veadeiros possui riquezas naturais impactantes. A rica diversidade da região abriga animais como o lobo-guará, veado-campeiro, ema, mais de 1000 espécies de borboletas e o raríssimo pato-mergulhão, que faz da região um ponto da sua rota. Na vegetação destacam-se mais de 400 espécies de arbustos e pelo menos 30 espécies de orquídeas. Uma viagem fotográfica.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Chapada dos Guimarães



No interior do Mato Grosso encontra-se a Chapada dos Guimarães, uma região com formações rochosas muito diferentes, que fazem do lugar um espetáculo visual. Apesar de toda beleza natural, o local ainda encontra-se pouco explorado e a natureza permanece praticamente intocada.

Antes de se dividir em várias cidades, o antigo município de Chapada dos Guimarães já foi considerado o maior município do mundo. Seu clima tropical e vegetação típica do cerrado abrigam uma pequena população reconhecida por seu artesanato e sua hospitalidade.

Na Chapada dos Guimarães o turista encontra inúmeros locais que merecem a sua atenção.  A combinação do clima tropical, da altitude e dos fatores geológicos faz da região com muitos cartões-postais, entre eles alguns muito famosos, como a Cachoeira do Véu de Noiva, a Casa de Pedra, a Pedra Furada, a Arca de Noé.

As belezas da Chapada dos Guimarães estão espalhadas por vários parques e reservas, entre eles o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, que abriga lagoas, vales, montanhas , cavernas e permite ao visitante se deslumbrar com o cenário em passeios, caminhadas e trilhas.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Chapada Diamantina



Para quem procura uma viagem diferente, com paisagens únicas, a Chapada Diamantina é sempre uma das primeiras opções. Situada no interior do estado da Bahia, já foi centro mundial da extração de diamantes e abriga inúmeras nascentes, cujas correntes de água desenham sobre as rochas fazendo do relevo da região uma maravilha natural. A formação geológica muito particular do terreno também contribui para a paisagem espetacular.

As serras, morros e depressões que compõem a Chapada Diamantina permitem o surgimento de lagos, cachoeiras e cavernas que atraem o turista interessado em conhecer a natureza de perto.

O relevo incomum e o clima quente e úmido da região são subsídios perfeitos para o desenvolvimento de uma fauna e uma flora exuberantes, com vegetação muito diversificada e muitas espécies endêmicas. A paisagem que se espalha por muitos quilômetros de vales e serras é repleta de orquídeas, bromélias, sempre-vivas e outras espécies da caatinga semi-árida e da flora serrana, que frequentemente recebem a visita de pássaros raros.

Nesta viagem incrível o visitante conhece as cavernas, os morros e as rochas desgastadas pelas águas e pelo vento, além de banhar-se em lagos e cachoeiras, entre elas a fabulosa Cachoeira da Fumaça, com seus 380 metros de altura. Um roteiro para muitas fotos e incomparáveis lembranças.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Bonito



Alguns lugares do mundo recebem o nome que serve de apresentação. Um lugar chamado Bonito já dispensa maiores explicações. Neste paraíso de clima tropical, as atrações naturais que aguardam o visitante são tantas que, independente do período, a viagem será considerada curta demais. Situada no Mato Grosso do Sul, sobre o Planalto do Bodoquena, entre a Serra da Bodoquena e a Depressão do Miranda, a cidade de Bonito corresponde ao seu nome e à sua fama. As riquezas naturais, as águas transparentes e a natureza inexplorada agradam a todo tipo de turista.

Um dos ícones do ecoturismo no Brasil e uma das áreas mais preservadas do interior do país, em Bonito o turista que gosta de esportes encontra os mais belos cenários para andar a cavalo, mergulhar, flutuar sobre águas transparentes, praticar rapel e caminhadas deslumbrantes.

Menos conhecidas do público, entretanto, são as atrações diferenciadas que a viagem a Bonito oferecem. Os roteiros culturais oferecem acesso a uma cultura rica em contos, lendas e fatos históricos da região. Uma viagem para todos e para fazer muitas vezes.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Belém



A região Amazônica é talvez a mais rica e inexplorada região do globo. Com seus recursos incalculáveis e a natureza ainda bastante preservada, oferece ao visitante algumas oportunidades diferenciadas de passeios. Belém é considerada a Metrópole da Amazônia, e como tal, possui estrutura suficiente para acomodar perfeitamente o turista que busca uma viagem inesquecível.

Fundada pelos portugueses em 1616, a cidade ocupou uma posição de destaque na história do Brasil, principalmente durante o chamado Ciclo da Borracha, que foi do final do Século XIX ao início do Século XX. Neste período a região amazônica viveu uma grande expansão econômica e social e o turista pode conhecer um pouco dessa história visitando os casarões, palácios e monumentos construídos durante essa fase de riqueza e luxo e que a cidade de Belém ainda preserva.

A influência indígena é também foi muito importante na constituição do povo do amazonas, como é visível na arte, na música e na culinária de Belém. Uma visita ao Mercado Ver o Peso mostra como a diversidade também está presente na cultura da população.
Se na terra o turista aprende e conhece um pouco da rica história da região, nos rios da Amazônia vai experimentar um passeio pela natureza praticamente intocada, o que faz de Belém uma viagem completa.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Abrolhos



A setenta quilômetros da costa de Caravelas, no sul da Bahia, encontra-se um lugar mágico, com águas quentes e cristalinas o ano todo. O Parque Nacional Marinho de Abrolhos foi o primeiro do Brasil e reúne cinco ilhas: Santa Bárbara, Siriba, Redonda, Sueste e Guarita.

Segundo a tradição, ou lenda, o nome deriva das anotações nos antigos mapas portugueses: “Abra os Olhos”, devido aos inúmeros recifes e formações rochosas submersas. Com o tempo o local deixou de ser um problema para marinheiros e se transformou em uma das mais belas paisagens para passeios de barco, além de ser um paraíso para mergulhadores amadores e profissionais.

A diversidade do Parque Nacional de Abrolhos é impressionante. No mar, são mais de 160 espécies de peixes vivendo entre  incríveis formações de corais, uma fauna marinha única. Nas ilhas, a beleza das aves e a engenhosidade dos ninhos impressionam os visitantes. Nos meses de julho a novembro o turista ainda pode conferir a visita das baleias jubarte, um espetáculo inigualável e inesquecível.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Amazônia



De todos os paraísos terrestres, a Amazônia é o que desperta maior interesse em turistas de todo o mundo. São cerca de 7 milhões de km2 de flora incomparável, e a vida animal é tão rica que com muita freqüência são descobertas novas espécies.

A riqueza do ecossistema amazônico vai além do Rio Amazonas e seus afluentes, a planície amazônica que abriga a floresta é abundante em formas de vida animal e vegetal. Sob a copa de árvores com até 50 metros de altura vivem as mais variadas espécies, muitas delas em risco de extinção. Macacos, jacarés, roedores e marsupiais dividem espaço com algumas das mais belas aves: papagaios, pica-paus, tucanos e araras fazem a alegria de fotógrafos e observadores.

Todas estas riquezas naturais, aliadas ao conforto e à estrutura dos hotéis de selva escolhidos cuidadosamente pela Ambiental, fazem da Amazônia um destino imperdível e inesquecível. Em um mundo cada vez mais dominado pelo cinza do concreto, as verdes matas amazônicas oferecem um mundo de possibilidades turísticas ilimitadas.

Principais Passeios:

Caminhada ecológica: para quem aprecia a natureza, nada mais natural do que uma caminhada na maior floresta do planeta.

Focagem de jacarés: um inesquecível encontro com a intensa e rica vida noturna da floresta.

Encontro das Águas: a espetacular confluência do Rio Negro com as águas barrentas do Rio Solimões. Um espetáculo visual que o mundo inteiro deseja conhecer.

Visita a uma casa de caboclos: aqui o visitante conhece um pouco do singular dia-a-dia da Amazônia. Ótima oportunidade para uma relaxante pescaria.


Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Fernando de Noronha




Se existe um lugar onde as paisagens são perfeitas, este lugar é Fernando de Noronha.  O Arquipélago de Fernando de Noronha é formado por 21 ilhas e ilhotas e ocupa uma área de 26 km2.  Nesta área bastante preservada, o visitante vai encontrar algumas das mais belas praias do mundo, um destino desejado por turistas de todo planeta. Além da natureza exuberante, do calor e das praias incríveis, Fernando de Noronha também apresenta diversos passeios imperdíveis, para todos os gostos e todas as idades. Seja na caminhada Histórica da Vila dos Remédios, seja na visita às praias ou nos passeios de barco, o visitante de Fernando de Noronha sempre terá experiências inéditas e lembranças muito agradáveis. 

Para quem gosta de mergulho recreativo, o arquipélago oferece uma das atividades mais interessantes da viagem, com águas quentes e grande visibilidade, para mergulhadores de qualquer nível, desde os mais experientes até os estreantes no esporte.  Os Golfinhos Rotadores - outra marca inconfundível de Noronha -, não são as únicas atrações da rica vida marinha: seja no mergulho, seja no passeio de barco, o visitante encontra tartarugas, tubarões e diversas espécies de peixes recifais.

Para garantir que o visitante possa curtir a viagem com tranqüilidade e segurança, as aconchegantes acomodações da ilha possuem estrutura de atendimento e conforto sem perder o charme das pousadas de moradores.

Principais Passeios:

Passeios de Barco: um estimulante passeio de cerca de 3 horas pela Baía dos Porcos, Morro Dois Irmãos e Baía dos Golfinhos. A experiência de navegar em meio aos golfinhos rotadores é inesquecível e indescritível.

Caminhada Histórica pela Vila dos Remédios: além de ser um momento cultural da viagem, nesta caminhada de poucas horas o visitante conhece O Palácio São Miguel, a Igreja de Nossa Senhora dos Remédios e o Forte, os antigos casarões, o presídio e o Museu Histórico. O passeio leva também às praias do Cachorro, Meio e Conceição, onde se pode tomar um delicioso banho de mar.

Caminhadas nas praias: para o visitante disposto a longas caminhadas, Fernando de Noronha oferece um mundo de descobertas. Começando pela Praia do Sudeste e Mirante dos Abreus, e passando pela Praia de Caracas e Mirante da Maré Gráfica, de onde se tem a linda vista de toda a Baia do Sueste. A trilha leva também à Praia do Leão, onde as tartarugas marinhas desovam.

Caminhada em área protegida: uma trilha de contemplação de algumas maravilhas da natureza: mirantes e piscinas naturais do Mar de Fora, Praia da Caieira, Morro da Pontinha e muitas outras. Nesta longa caminhada pela encosta que leva à Praia do Atalaia, entre as falésias e o mar, o visitante pode tomar um banho de mar ou mergulhar por flutuação.  

Caminhada dos Golfinhos – no Mirante da Baía dos Golfinhos, do alto de um paredão de 60 metros, o visitante pode observar o comportamento dos Golfinhos Rotadores. Neste passeio é possível se aproximar do ninho de aves marinhas no caminho para a Praia do Sancho, onde se pode tomar banho de mar e fazer mergulho livre.


Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Pantanal Sul - Fazenda Aguapé



O Pantanal Sul-Mato-Grossense é uma das regiões onde o número de atividades e de passeios é tão grande que a viagem sempre vai parecer curta demais. Localizado na Bacia Hidrográfica do Alto Paraguai, a região é uma planície fluvial, o que favorece o desenvolvimento de uma fauna e uma flora de enorme diversidade e rara beleza. A abundância de espécies animais e a exuberante flora fazem do Pantanal um dos destinos mais procurados no Brasil, uma viagem para muitas fotos e experiências inesquecíveis.

Poucas regiões do planeta possuem tanta diversidade: são cerca de 80 espécies de mamíferos, entre eles a onça-pintada, o lobo-guará, a capivara e o tamanduá; dezenas de espécies de répteis e mais de 650 espécies de aves - além dos tuiuius, pássaro símbolo do Pantanal, o visitante vai encontrar periquitos, emas, gaviões, seriemas, papagaios, colhereiros, jaçanâs, carcarás, e a famosa arara-azul-grande, espécie ameaçada de extinção. As belezas do Pantanal, no entanto, não estão apenas em terra. Nos rios do Pantanal já foram catalogadas mais de 260 espécies de peixes, entre eles os mais conhecidos pintado,  pacu e dourado. Neste destino cinematográfico destacam-se ainda as confortáveis e aconchegantes acomodações.

Tudo isso faz do pantanal uma viagem imperdível para qualquer época do ano. De dezembro a março, as chuvas provocam a Cheia, uma ótima época para passeios de barco e a cavalo pelos campos inundados. Entre abril e junho os campos começam a secar e surgem baías e lagoas repletas de peixes e outros animais - este período intermediário chama-se Vazante. Já na época de Seca, que vai de julho a novembro, os campos permitem longos passeios a pé ou a cavalo.

Passeios em destaque:
Caminhada ao pôr do sol: uma vista do paraíso: os campos, cerrados e matas ciliares fazem disparar o coração dos visitantes.

Safári Fotográfico: em um passeio a cavalo, o visitante descobre a beleza incomparável das paisagens pantaneiras.

Pescaria de Barranco e Focagem dos Jacarés: logo depois da pescaria mais cobiçada do mundo, o visitante vai se deslumbrar com centenas de olhos vermelhos sob a luz da lanterna.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Nepal



O Nepal é um destino indicado para todos aqueles que têm a alma aventureira, e não apenas para aventureiros experientes.  Com uma população de aproximadamente 30 milhões de nepaleses, este pequeno país está rodeado pelas altas montanhas do Himalaia, muitas delas com mais de 6.000 metros. Sua singular vegetação é composta por mais de 7000 espécies de flores, sendo que 5% destas espécies não foram encontradas em outra região. As belezas muito características desta vegetação e as enormes paredes formadas pelas montanhas do Himalaia criam paisagens que deslumbram até mesmo o turista mais viajado.

Já na chegada ao país o turista conhece algumas peculiaridades desta viagem. Em Katmandu, a capital do país, o visitante percorre a praça do palácio real, com vários templos e monumentos históricos. O Nepal, além de abrigar o Everest e de ser a terra onde nasceu Buda, também oferece uma gama enorme de passeios, com visitas a vilarejos tradicionais, mosteiros milenares e caminhadas entre algumas das mais belas paisagens do mundo.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Costa Rica



O turismo é um dos principais segmentos econômicos da Costa Rica e é também o segmento que mais cresce no país desde 1995. Terra da banana e do abacaxi, a Costa Rica também é reconhecida internacionalmente por seus parques nacionais e suas áreas protegidas, que ocupam cerca de um quarto do território e levaram a Costa Rica ao posto de principal representante do ecoturismo na América Latina.

A Costa Rica é proporcionalmente o país com maior número de parques e seu território abriga cerca de 5% da biodiversidade existente no planeta. Em poucos lugares do mundo oferecem tantas opções de passeios e atrações: montes, vulcões, bosques, jardins e matas com enorme riqueza de fauna e flora. Os passeios históricos e as praias deslumbrantes, banhadas pelo Oceano Pacífico e pelo Mar do Caribe, também encantam os olhos e as lentes dos turistas. 

Tudo isso faz da Costa Rica o destino mais indicado quando o objetivo é conhecer a natureza preservada.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Colômbia



A Colômbia está localizada no noroeste do continente sul-americano, originalmente habitado por nações indígenas e hoje possui cerca de 45 milhões de habitantes, o que a torna a terceira maior população de língua espanhola. Seu território está geograficamente dividido em duas grandes regiões: uma região litorânea, banhada pelos oceanos Atlântico e Pacífico, e a chamada região andina, onde estão alinhadas três cordilheiras.

Nas últimas décadas a Colômbia conquistou uma estabilidade política e social que vem trazendo um crescimento acentuado do turismo. Hoje o visitante é recebido com conforto e segurança e a infra-estrutura turística cresceu e se aperfeiçoou.

Chega a ser surpreendente o número de possibilidades turísticas que a Colômbia oferece para o visitante. Das praias paradisíacas de águas quentes ao distrito histórico de Candelaria, no centro de Bogotá, passando pela cidade murada de Cartagena e pelas cidades coloniais, até a Catedral de Sal de Zipaquirá e as mais de 30 mil peças pré-colombiana do Museu do Ouro. Para o turista que busca uma viagem inesquecível, com passeios incomparáveis, nada melhor que um país que abriga sete Patrimônios Culturais da UNESCO.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições

Chile



Um dos mais prósperos e estáveis países da América do Sul, o Chile ainda apresenta uma qualidade geográfica muito interessante para o turismo. A longa e estreita faixa ocupada por seu território faz do Chile um destino único e com variadas opções de passeios. Atravessando praticamente todo continente sul-americano, as várias condições climáticas oferecem paisagens bastante características e muito diferentes entre si.

No norte do país, o Deserto do Atacama, o mais alto e mais árido do planeta; no Vale Central, onde se concentra a região mais populosa e muitos monumentos que contam a história do desenvolvimento do país nos séculos XIX e XX; no sul do país estão as florestas, os lagos e os vulcões, além de uma infinidade de penínsulas, enseadas, ilhas e fiordes espetaculares.

Seja qual for o destino dentro desse simpático país, o Chile possui completa infra-estrutura para receber os turistas mais exigentes e o povo chileno é famoso por sua hospitalidade, principalmente com brasileiros.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Butão



Butão é um pequeno reino situado entre a China e a Índia, encravado no alto das cordilheiras do Himalaia e devido à sua localização e características muito singulares é um dos destinos mais indicados para quem pretende fazer uma viagem exótica, com experiências completamente diferentes e impossíveis de se conseguir em outro lugar.

Rastreando a História, é possível retroceder a meados do Século VII, quando um rei tibetano iniciou a construção dos primeiros templos budistas. Até o começo do Século XX era um país formado por pequenos feudos, até que foi escolhido um único rei, que unificou o país em 1907. Hoje o Butão é uma monarquia parlamentarista, com menos de 1 milhão de habitantes, em sua maioria budistas.  Suas cidades são limpas, organizadas e preparadas para atender os turistas ocidentais com conforto e segurança.  A preocupação ambiental está presente na administração pública e nas escolas, fortalecendo uma cultura que defende uma saudável integração entre a natureza e o povo butanês.

As paisagens exóticas, as construções seculares e a cultura de Butão proporcionam uma viagem inesquecível, com muitas lembranças e muitas fotos: os picos com até 7.000 metros de altura, espalhados sobre vales densamente florestados parecem posar para as fotos dos visitantes. 

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições.

Curiosidades - Bebês e Crianças



Respirando e engolindo:
Os bebês conseguem respirar e engolir ao mesmo tempo. Esta faculdade é perdida logo nos primeiros meses de vida.

Faro
O sentido mais apurado de um bebê é o olfato. Quando nasce é o sentido utilizado para reconhecer a mãe.

Cabeção
Nos primeiros dias de vida a cabeça de um bebê representa cerca de um quarto do seu peso total.

Memória auditiva
Logo que nascem os bebês são capazes de reconhecer a voz da mãe. A voz do pai é reconhecida, em média, 15 dias depois.

Biometria
Um feto só desenvolve impressões digitais por volta dos três meses.

Progressão
Normalmente o peso de um bebê dobra em seis meses e triplica em um ano.

Veloz
Quando aprende a andar, uma criança dá 176 passos por minuto, em média.

Seco
Nas primeiras semanas o bebê chora sem lágrimas.

Alto
O choro do bebê alcança 110 decibéis. Para efeito de comparação, um aspirador de pó produz um barulho de cerca de 60 decibéis.

Texto desenvolvido para Revista Bebêmix

Argentina



Oitavo país do mundo e quarto maior do continente americano, a Argentina possui um território continental que abrange boa parte do Cone Sul, fazendo fronteira com Bolívia, Brasil, Uruguai, Chile e Paraguai. Banhada pelo Oceano Atlântico e dividida em três grandes regiões geográficas, a Argentina possui uma enorme variedade de paisagens que encantam os olhos de turistas de todo o mundo.

Na metade norte, nos Pampas, estão as férteis planícies que garantem a riqueza agropecuária, na parte ocidental as Cordilheiras dos Andes e mais ao sul o planalto da Patagônia, de clima frio e úmido e com grandes lagos, bosques e geleiras.

Uma viagem para a Argentina oferece um leque enorme de possibilidades, que vão muito além dos parques nacionais e do visual deslumbrante de suas paisagens. A cultura indígena preservada e os monumentos históricos agradam a quem procura levar também um pouco de cultura na mala. Para os apreciadores da boa gastronomia, os argentinos oferecem a carne mais famosa do mundo, cozinhas de nível internacional, bons vinhos e boa música, da qual o tango é apenas o mais famoso. E para quem gosta de trazer mais do que fotos, as famosas tour de compras nada ficam devendo às grandes capitais européias.

Texto desenvolvido para Ambiental Expedições